30/01/2009

O meu menino...

Passados mais de 18 anos, eis que chegou cá a casa o foragido...
O meu avô, caçador assíduo, comprou este BJ40 há mais de 25 anos. Passados alguns anos, decidiu dá-lo aos bombeiros, que precisavam de uma viatura e este jipe era muito duro para ele...
A verdade é que eu fui crescendo e fui vendo o "nosso jipe", onde tinha andado vezes sem conta, no quartel dos bombeiros... sempre ansiava que um dia fosse "meu"!
Então, há 7 anos atrás, enchi-me de coragem e fui falar com o Comandante Antunes, dizendo-lhe que no dia em que os bombeiros não quisessem o jipe, eu gostava muito que ele "regressasse" a casa...
Passados 7 anos, coincidência ou não, pertíssimo do meu aniversário, liga-me o comandante, dizendo que se queriam desfazer do jipe, porque não tinham espaço para ele... pensei eu que estaria em muito mau estado, após mais de 15 anos ao serviço dos bombeiros. Qual não é o meu espanto quando desde logo percebi que ele se encontrava em perfeitas condições, com o desagaste típico da "idade", mas muito bem conservado!
Recebi a melhor prenda de aniversário possível...
Levei-o para o mecânico... e chegou hoje, prontinho!

BJ40 - 1979, o meu novo filho, com 30 anos e muitas, muitas histórias para contar!!

29/01/2009

Semana da Esperança...

Convidaram-me para participar na Semana da Esperança na escola onde cresci e onde tanto aprendi! O convite, além de prontamente aceite, foi alvo de alguma "reflexão". O desafio era ir de turma em turma, em períodos de 15 minutos, falar em ESPERANÇA... e agora? Será que era minimamente capaz de cumprir aquilo que me tinham proposto?
A verdade é que foi bastante engraçado... e acho que foi correndo bem! A ideia foi juntar algumas experiências interessantes e tentar deixar alguma sementes, algumas luzes naqueles corações... e desafiar aqueles alunos a serem, também eles, exemplos vivos de esperança!
Quando confrontado com o facto de "ser esperança", "ter esperança", "dar esperança"... respondi que tinha aprendido, na formação dos Leigos para o Desenvolvimento, o verdadeiro sentido da palavra ESTAR... e isso englobaria o "ser", o "ter", o "dar" esperança... sem dúvida alguma! Saber estar no verdadeiro sentido da palavra... estar mesmo, estar sem preconceito, estar com amor e com fraternidade... estar com tempo e com disponibilidade: estar!

Diz a foto que a esperança (HOPE) está a 1 milha de distância... uma milha são 1609 metros... como diriam em São Tomé: É JÁ ALI!!!

Por isso... aproveitem, ela (a esperança) está já ali!!

26/01/2009

Hoje acordei aqui...

Hoje acordei aqui...

É o meu quarto, em São Tomé... saudades!

20/01/2009

Tempo...

Não te desejo uma coisa qualquer,
Desejo-te somente aquilo que a maioria não tem.
Desejo-te tempo, para te divertires e para sorrir;
Desejo-te tempo para que os obstáculos sejam sempre superados
E muitos sucessos comemorados.
Desejo-te tempo, para planear e realizar,
Não só para ti, mas também para os outros.
Desejo-te tempo, não para ter pressa e correr,
Desejo-te tempo para te encontrares,
Desejo-te tempo, não só para passar ou vê-lo no relógio,
Desejo-te tempo, para que fiques;
Tempo para te encantares e tempo para confiares em alguém.
Desejo-te tempo para tocares as estrelas,
E tempo para crescer e amadurecer.
Desejo-te tempo para aprender e acertar,
Tempo para recomeçar, se fracassares...
Desejo-te tempo também para poder voltar atrás e perdoar.
Desejo-te tempo, para ter novas esperanças e para amar.
Não faz mais sentido protelar.
Desejo-te tempo para ser feliz.
Para viver cada dia, cada hora como um presente.
Desejo-te tempo, tempo para a vida.
Desejo-te tempo. Tempo. Muito tempo!


Recebi por email... vale a pena ler... e pensar!

15/01/2009

Luz...

Hoje chove para os lados do norte português... precisava de luz, precisava de um dia bonito para acordar e ter vontade de sair debaixo dos lençois da cama :-)

As citações que aparecem do lado direito, são perfeitamente aleatórias... mas hoje caiu que nem uma luva...

Continua a ser bom recordar o Encontro de Bruxelas... ontem D. José Policarpo disse que nos meteríamos em sarilhos, se casássemos com muçulmanos, enfim! Será que, também ele, estava a precisar de ir conhecer Taizé e beber um bocadinho da espiritualidade de lá?! A mim, independentemente do contexto (que não conheço mas, sinceramente, não creio ser assim tão relevante), envergonha-me que um líder da Igreja em que acredito e comungo partilhe tal pensamento... mas será que o melhor não é desvalorizar? Afinal já não é nem a primeira, nem a última declaração "um bocado estranha" que D. José Policarpo faz...

E-C-U-M-E-N-I-S-M-O... precisa-se! É preciso pregá-lo mas, acima de tudo, VIVÊ-LO!
(clicar e degustar!! Dizem que é uma canção de amor! Provavelmente é o que nos falta: amor!)

Mais uma semana volvida e daqui a alguns dias fará 5 meses que regressei de STP... começa a ser tempo de viver, verdadeiramente, com os 2 pés bem assentes em Portugal :-)

PS- Foto do Encontro, em Bruxelas!

12/01/2009

E o melhor amigo do Homem... continua a ser o cão!

video

Diria, no mínimo, GENIAL...

Continuo a preferir um cão... apesar dos ursos polares serem uns bichos muito simpáticos, tal como os seus primos pardos...

Hoje dá para acordar com um sorriso :-D

09/01/2009

Neve...

Meus caros amigos... depois de ter apanhado neve em Espanha (pelo caminho, algures depois da fronteira...) e em Bruxelas (ténue, mas lá nevou como manda a tradição!), eis que nevou na CIDADE DO PORTO...!!! Foi a loucura total... gente a fazer bonecos de neve, estradas bloqueadas, crianças a atirarem bolas de neve, mercearias sem cenouras porque foram todas compradas para fazerem os narizes dos bonecos de neve... ok, nem tanto, mas a verdade é que nevou mesmo!!!!

Durante uns minutos parece que estávamos noutro país... afinal o Porto fica a escassos quilómetros do mar, por isso é que é ainda mais estranho!!

Quem viu... ficou pasmado, como eu!!!

Viva a neve... os professores de EF hoje não podem dar aula porque está muito frio!!!!!

07/01/2009

Encontro... mais um bocadinho!


E porque vale a pena encontrarmo-nos...
Este ano, em Bruxelas, acabei por sentir que é verdadeiramente necessário fazermo-nos pequenos para nos encontrarmos com Ele... Deixar as minhas preocupações, deixar o meu dia-a-dia, deixar os meus "problemazinhos" e querer encontrar-me, frente-a-frente, com ele!
Esse foi a grande descoberta em Bruxelas...
Foi bom demais ter estado na paróquia de Notre-Dame em Boakstael, viver em casa do Jacques com dois italianos doidos...

Vale a pena encontrarmo-nos!

Para o ano: POZNAN... gostava de tentar ir!

05/01/2009

Melhor que CHOCOLATE...

É comum, para os meus lados, utilizar-se a expressão: "Gosto mais de ti do que chocolate"... Eu tenho esta relação com Taizé... desde sempre!
O Encontro de Bruxelas foi ENCONTRO, no verdadeiro sentido da palavra... primeiro o desafio de ser parte integrante da equipa de voluntários... depois o desafio de ficar sem nenhum português na família que me acolhia; depois o desafio de ter que deixar o "quentinho" dos meus amigos de sempre, nestas andanças, e arriscar... confiar, e arriscar!

Eu sei

(vale a pena clicar no EU SEI... para ouvir e perceber melhor, cantado por Sara Tavares!)...

Perante tantas incertezas, perante tantas desconfianças... vale a pena arriscar e perceber que vale tanto a pena!
Bruxelas foi encontro, foi oração, foi paz, foi união, foi atenção ao outro, foi descoberta, foi felicidade!
Aprendi que posso trocar a "boa vida" por conversas óptimas, em casa, com o "meu pai belga"... aprendi que a verdadeira essência do encontro estava, à noite, no pavilhão 12... aprendi a saborear cada momento do encontro com um carinho especial... aprendi a passear pelas ruas, sozinho, e a perceber que isto sim, é E-N-C-O-N-T-R-O

Obrigado a todos os que me foram acompanhando neste encontro... obrigado Lúcia pelo jantar em Biarritz, pela companhia, pelas partilhas... obrigado João, por seres uma verdadeira descoberta de Taizé, colegas de profissão, da mesma faculdade... será que algum dia nos encontraremos de novo?

Voltei... lufada de ar fresco e pronto a enfrentar um novo ano!

BOM 2009... estamos juntos, à boa maneira santomense!

PS- A foto é de uma das muitas lojas de chocolate belga, em Brugges